15 de set de 2010

Meditação Ilimitda

Sabe aquele dia que não foi exatamente como esperado? E a noite menos ainda? E aí vem aquela vontade de sumir? E de desistir de tudo? E no meio de uma multidão a gente se sente imensamente só? Parece que tudo tá indo bem, mas se parar pra pensar não tá lá essas coisas? E tudo parece se acumular (contas, papéis, compromissos, tarefas)? E falta tempo? E a casa fica bagunçada? E a vida também? Pois é, o caos atinge a todos nós em alguns momentos, mas é preciso manter a calma, parar, respirar e meditar...Geralmente quando isso acontece pode observar que você não está se dedicando a sua espiritualidade ou a sua atividade preferida. Digo isso pra você e pra mim e aí é preciso aranjar tempo de qualquer jeito. Hoje pela manhã, coloquei meu CD de mantras aqui em casa, acendi incenso e fiz minhas preces. Mesmo sem tempo, recito mantras no caminho para o trabalho e carrego um papel com As Sete Meditações Ilimitadas que gosto de ler diariamente (pela manhã ou em algum momento do dia). Aprendi essas meditações no Centro de Dharma da Paz. Aqui estão elas:

Amor Ilimitado
Que todos os seres tenham a felicidade e sua causa.

Compaixão Ilimitda
Que todos os seres sejam livres do sofrimento e de sua causa.

Alegria Ilimitada
Que todos os seres jamais se separem da grande felicidade que está além de todo o sofrimento.

Equanimidade Ilimitada
Que todos os seres sempre vivam em equanimidade, livres da atração por uns e da aversão por outros.

Saúde Ilimitada
Que todos os seres se recuperem das doenças causadas pela poluição física e mental, e gozem de saúde relativa e absoluta agora e sempre.

Regeneração Ecológica Ilimitada
Que todos os seres relaxem em um meio ambiente interno e externo puro e saudável agora e sempre.

Paz Ilimitada
Que todos os seres desfrutem de paz interna e paz no mundo agora e sempre.