17 de nov de 2017

Chi, a Energia Vital



A energia vital é chamada de chi ou ch’i e sua pronúncia é “tchii”. 


Aqui no blog usarei a grafia chi e muitos traduzem seu significado como energia ou força vital.

No dicionário Aurélio encontramos definições sobre energia que nos ajudam a entender o que é o chi.

"A energia pode ser a maneira pela qual se exerce uma força e se manifesta de diferentes formas: calórica, mecânica, elétrica. Já a força tem o sentido de vigor e saúde. E vital é tudo aquilo ligado a preservação da vida."

Portanto, pode-se afirmar que o chi é a força que movimenta a nossa vida e que o chi também está em nós e na nossa essência.

Também gosto muito da definição de Sarah Rossbach e do mestre Lin Yun no livro Feng Shui e A Arte da Cor:

“Chi é um alento essencial para manter o equilíbrio físico, ambiental e emocional”.

Não podemos ver o chi, mas podemos ver suas manifestações nos espaços como, por exemplo, a disposição dos móveis e objetos de um ambiente. Para que haja movimento do chi é preciso existir um espaço para circulação natural como um caminho, um contorno, um fluxo. E não obstáculos, barreiras ou passagens bloqueadas. Às vezes, o visual de um lugar também é capaz de despertar sensações agradáveis ou desagradáveis, de acordo com o chi desse lugar e das pessoas.

Há diferentes tipos de chi: o cósmico – as estrelas, os planetas, o clima e as diferentes estações, o terrestre – a Terra e seu campo magnético, além dos espaços com seus formatos, cores e construções e o Humano – a energia que circula pelo corpo humano que pode ser constituída da herança genética, do alimento e do ar.


Enfim, todos os tipos de chi interagem constantemente e influenciam tanto o nosso corpo, como a nossa mente e o espaço onde vivemos. E para que haja equilíbrio e harmonia é necessário cultivar o chi que vive em nós e em nossos ambientes com práticas saudáveis e uma delas com certeza é o Feng Shui ;-)


Imagens: Cerejeira: photo © Japan Art and Architecture, Howstuffworks, LuckCharm, An Indian Summer