28 de mai de 2013

Yin e Yang


Para os taoístas, não existia divisões no início do mundo e antes mesmo do universo surgir, havia apenas um vazio puro e pleno e nele habitava o Tao. Duas grandes forças, de polaridades diferentes e ao mesmo tempo complementares, deram início ao universo e ao movimento da vida. Essas forças chamam-se Yin e Yang e interagem para influenciar ciclos como o dia e anoite, o calor e o frio, o claro e o escuro. A união do Yin e do Yang é representada pelo símbolo que se chama Tai Chi: dentro de um círculo as duas formas sinuosas (yin – preto e yang – branco) se encontram e contém a semente um do outro.

A força Yin simboliza a energia do feminino, as cores escuras, a suavidade e a passividade. Enquanto o Yang representa a energia masculina, o dinamismo, a força, a luz. O Feng Shui analisa essas energias em um ambiente para harmonizá-lo.

Vale lembrar que o Feng Shui não se associa a nenhuma religião e não é uma religião. No entanto,
o taoísmo - considerado uma filosofia e uma religião - possui conceitos muito antigos e utilizados pelo Feng Shui como a observação meticulosa da natureza e o desenvolvimento da intuição.