30 de ago de 2012

O poder das imagens: infinitos


Mais um elemento importante e eficaz (principalmente para quem não é muito fã de espelhos): quadros que transmitam a sensação de infinito. Caminhos entre árvores, águas sem fim, grandes campos de flores e todas as paisagens que transmitam essa amplitude são muito bem-vindas em ambientes pequenos, corredores (em sua extensão ou se houver uma porta ou parede no final do corredor) e principalmente para aquela parede que fica bem na frente da porta da entrada e que bloqueia a entrada do chi (energia vital). Veja a seleção de "infinitos" que estimulam o chi e ampliam a sensação de bem-estar do ambiente e de seus ocupantes.





Imagens: AllPosters, Foto Liége (Blog Andanhos), Round Trip Tour

25 de ago de 2012

Feng Shui, Arte e Mantras

Muita gente tem dificuldade de escolher quadros ou imagens na hora de decorar. E, claro, com toda a razão. E eu faço parte desse grupo. O quadro - e sua imagem (abstrata ou não) precisa me fazer sentir que ele foi feito com muito amor, positividade e boa energia para fazer parte da minha casa e da minha vida. O quadro tem uma simbologia, uma procedência, uma criatividade, uma energia que é transmitida quando é contemplado. Por isso, há uma atração imediata - ou não - por determinados estilos, cores e imagens.

Por isso, quero apresentar para vocês uma arte feita com boas vibrações, emoção, magia e cores e  por uma pessoa que tem uma visão de mundo espiritualizada, uma vida recheada de viagens sensacionais e mente, alma, coração e mãos abençoados e capazes de transmitir em sua arte toda essa energia maravilhosa...São as aquarelas de Cláudia Proushan, artista que admiro há bastante tempo e tive o prazer de conhecer ao vivo recentemente.

Cláudia selecionou com carinho algumas de suas artes que estão relacionadas a cada um dos guás do baguá. Vou falar um pouco da imagem e um pouco sobre o guá e um pouco sobre o mantra que há em algumas das imagens. Vamos lá:


Trabalho: o guá da missão, da carreira, do destino. 
Representado pelo azul índigo e traços sinuosos.

Aqui temos o mantra OM TARE TUTTARE TURE SOHA que significa:
Tara verde elimina interferências internas (como medo, ressentimentos e insegurança) e externas. Acelera a realização das ações positivas. Traz proteção, fé e coragem;


Espiritualidade: o guá do autoconhecimento, da sabedoria, da fé. 
Uma de suas cores é o azul e aqui temos também o trigrama do guá.

Há a presença do mantra OM MANI PADME HUM que desperta a compaixão abrindo o chakra do coração, também conhecido como mantra do amor universal.

Família: o guá dos ancestrais, da força, da superação de crises.
O verde - em qualquer tom - é a cor desse guá.

O mantra é OM TARE TUTTARE TURE SOHA que significa: Tara verde elimina interferências internas (como medo, ressentimentos e insegurança) e externas. Acelera a realização das ações positivas. Traz proteção, fé e coragem.

Prosperidade: o guá das bênçãos materiais e espirituais, do fluxo financeiro.
A cor é o púrpura e o vermelho e o elemento madeira (representado pela folha).

Aqui o mantra é OM VAJRA SATVA HUM, um mantra de purificação (em geral depois que se recita outros mantras , este é recitado para purificar e limpar qualquer impureza)

Sucesso: o guá do reconhecimento, da luz e das realizações. 
A cor é o vermelho e na imagem temos também o trigrama do guá.

O mantra OM TARE TUTTARE TURE SOHA que significa
Tara verde elimina interferências internas (como medo, ressentimentos e insegurança) e externas. Acelera a realização das ações positivas. Traz proteção, fé e coragem.

 Relacionamentos: o guá do amor, da parceria, da sintonia.
O rosa em todos os tons representa esse guá.

Mantra das Três Jóias (Buddha, Dharma e Sangha):
"De sol a sol, à noite ou ao meio dia, possam as três jóias  concederem-nos suas bênçãos, ajudar-nos a alcançar todas as realizações e espalharem sinais auspiciosos em nossas vidas."

Criatividade: o guá do futuro, da alegria da vida, das crianças, dos projetos.
O branco e tom pastel ativam esse guá.

OM TARE TUTTARE TURE SOHA que significa:  
Tara verde elimina interferências internas (como medo, ressentimentos e insegurança) e externas. Acelera a realização das ações positivas. Traz proteção, fé e coragem.


Amigos: o guá dos benfeitores, das viagens, da sincronicidade.
Os tons metalizados representam o guá juntamente com o trigrama.

Aqui temos o lindo mantra das Três Jóias (Buddha, Dharma e Sangha):
"De sol a sol, à noite ou ao meio dia, possam as três jóias  concederem-nos suas bênçãos, ajudar-nos a alcançar todas as realizações e espalharem sinais auspiciosos em nossas vidas."

Centro: o guá da saúde física e mental, do equilíbrio, da estabilidade.
A cor é o amarelo e tons da terra. 
E temos o símbolo do tai chi com yin e yang representando o equilíbrio.

O mantra OM TARE TUTTARE TURE SOHA que significa:  
Tara verde elimina interferências internas (como medo, ressentimentos e insegurança) e externas. Acelera a realização das ações positivas. Traz proteção, fé e coragem.

Conheça um pouco mais sobre o trabalho da Cláudia Proushan aqui: www.claudiaproushan.com, ou fale com ela pelo e-mail: cproushan@uol.com.br

22 de ago de 2012

Anjos

Anjos são seres iluminados. Mensageiros do céu e da alma, eles lembram o amor, a alegria, a paz, o belo. Há anjos por todos os lados: na natureza, nas igrejas, nos quartos das crianças, na sua casa. Sim, você pode pedir ajuda ao seu anjo da guarda, ao anjo da guarda da casa e aos anjos dos quatro cantos da casa. Sintonize-se com a energia do seu lar ficando em silêncio por alguns minutos ou meditando ao som de uma música suave ou um mantra e visualize o anjo guardião do seu lar e peça proteção.

Outro jeito de se conectar com os anjos é colocando algumas imagens em lugares especiais, seguindo a sua intuição, e recitando a prece:

"Nesta casa tem quatro cantos, em cada canto mora um anjo. Nesta casa reina a tranquilidade harmoniosa, a prosperidade abundante, a saúde física, espiritual, mental e emocional e o mais puro e verdadeiro amor "

Você pode ter imagens de anjos no jardim ou varanda, na entrada da casa como proteção, no quarto das crianças, num oratório ou altar. Eu gosto muito dessa imagem do Anjo da Guarda...Lembro dela no meu quarto que eu dividia com meu irmão quando era criança...Sempre que estava com "medo" de algo, essa imagem me transmitia paz e segurança.


Que  seu lar fique repleto de amor, luz, paz, saúde  e proteção - acredite você em Anjos ou não  ;-)

19 de ago de 2012

O poder das imagens: Montanhas

A montanha é um forte símbolo de conexão entre a terra e o céu. A montanha parece ser o lugar mais alto e mais próximo de Deus.

Ascensão, poder divino, sabedoria, espiritualidade, estabilidade, segurança são simbolismos associados às montanhas.

As montanhas transmitem mistério e uma força sagrada que se misturam com sensações de medo, poder e conexão com a natureza e com um mundo "invisível"...Uma conexão silenciosa do mundo interno com o mundo externo.

As figuras de montanhas são recomendadas pelo Feng Shui para o canto da sabedoria/espiritualidade. Também podem ser usadas em ambientes que precisam de uma enegia mais pacífica e estável.

Afirmação: "Eu confio na minha sabedoria interior e caminho pela vida - um passo de cada vez."

Boa semana ;-)






Imagens: AllPosters

2 de ago de 2012

Feng Shui: uma breve apresentação

Vale a pena ler de novo esse post que traz uma breve apresentação sobre a história e a origem do Feng Shui. O ideograma que ilustra esse post simboliza o Feng Shui e sua tradução literal é vento e água.


A origem do Feng Shui está diretamente ligada ao meio ambiente e suas influências sobre a humanidade. 


O lugar ideal para plantações e moradias era uma busca fundamental para os antigos chineses que analisaram detalhadamente a natureza e seus fenômenos. 


A paisagem e o clima produziam efeitos positivos ou negativos no homem e na agricultura. Essas análises conquistaram toda a China e, de acordo com a cultura de cada região, evoluíram e ganharam novas interpretações. 


Paralelamente a esse período de propagação do Feng Shui ligado à observação das formas da natureza e seus ciclos, haviam correntes filosóficas como o taoísmo, o confucionismo e o budismo. 


Todas essas correntes influenciaram as interpretações do Feng Shui e explicam a origem de diferentes escolas. Historicamente, os documentos oficiais sobre a prática oficial do Feng Shui relatam que no início o Feng Shui era utilizado para definir onde seriam sepultados os imperadores chineses. Eles acreditavam que para manter o poder e a prosperidade das próximas dinastias, os túmulos deveriam ser em determinados locais que eram determinados por mestres de Feng Shui. 


Depois de algumas dinastias, as construções de palácios, templos, residências e edifícios também tiveram seus lugares, formas, posicionamento, decoração e até mesmo a época favorável para o início da construção ou da mudança, definidos com base na orientação desses mestres e suas escolas.